Auriculoterapia ou Acupuntura Auricular, Saiba como funciona e como pode te ajudar.

Atualizado: 15 de out.


A auriculoterapia ou acupuntura auricular é uma modalidade de acupuntura onde os pontos terapêuticos estão localizados na região da orelha.


A auriculoterapia faz parte da Medicina Tradicional Chinesa, tendo um papel importante nos tratamentos e atualmente se identifica como um ramo na especialidade da Acupuntura.


Na auriculoterapia usa se zonas reflexas no ouvido para detectar e tratar desequilíbrios no corpo, esta técnica é considerada como um microssistema de acupuntura e acupressão.


A auriculoterapia (auriculoacupuntura) ou acupuntura auricular trata e previne doenças utilizando estímulos de pontos específicos na orelha com agulhas ou esferas e sementes utilizando se a pressão nos pontos.


Os pontos auriculares podem ser utilizados e associados aos pontos convencionais de acupuntura para o tratamento da dor, ansiedade, depressão, problemas orgânicos entre outros.


Os pontos auriculares são estimulados especificamente na orelha. De acordo com conceitos antigos da Medicina Tradicional Chinesa, quando ocorrem distúrbios nos órgãos internos ou em outras partes do corpo, podem ocorrer várias reações que aparecem em áreas correspondentes na orelha, como sensibilidade ao tocar na região, diminuição da resistência elétrica, alterações morfológicas visuais e descolorações.


Portanto, esses locais também são referidos como pontos sensíveis, pontos condutores ou pontos reflexos, sendo possível junto a um terapeuta especializado avaliar essas regiões para que seja montado um tratamento específico para cada paciente.


Desta maneira, esses fenômenos descritos acima, podemos considerar essas regiões sensíveis como pontos necessários para prevenir e tratar doenças e sintomas. A terapia com acupuntura auricular tem sido usada na China a milhares de anos e está sendo utilizada hoje no ocidente com bastante sucesso na sua modalidade terapêutica. Podendo ser usada em doenças que afetam a saúde física, mental ou emocional do paciente, podendo assim tratar essas doenças e sintomas pelo estímulo criado na superfície da orelha.


Estudos feitos pela Organização Mundial de Saúde (OMS) reconhecem a auriculoterapia como uma forma de microacupuntura que têm efeitos positivos na regulação do sistema funcional do organismo.


BENEFÍCIOS DA AURICULOTERAPIA.


A auriculoterapia é utilizada como rotina em centros de acupuntura e medicina tradicional chinesa nos tratamentos como ansiedade, estresse, insônia, síndromes em geral e dores.


Na prática clínica, e em estudos científicos, encontrou-se que a acupuntura auricular pode ajudar e reduzir os sintomas de abstinência para as pessoas que estão usando drogas e estão tentando controlar e reduzir os vícios e obsessões.


Ensaios clínicos e revisões sistemáticas de estudos científicos mostraram que a auriculoterapia pode ser uma modalidade promissora no alívio da ansiedade, distúrbios psicossomáticos e vários tipos de dor, controlando a hipertensão (pressão alta) e a dependência química (drogadição) e no controle da obesidade.


VANTAGENS DA AURICULOTERAPIA.


  • Uma técnica de fácil aplicação.

  • Têm indicação ampla para vários sintomas e doenças.

  • Eficaz para ansiedades.

  • Eficaz para insônia.

  • Método indolor sem a necessidade do uso de agulhas.

  • Não apresenta efeitos colaterais.


INDICAÇÕES DA AURICULOTERAPIA.


Para redução das dores no corpo.


A auriculoterapia é indicada para tratar dores no corpo inteiro, como osteoartrite, lombalgia, neuralgias, ciatalgia, cervicalgia, enxaquecas, dores musculares como dores no ombro e no joelho. A auriculoterapia resulta na liberação de endorfinas, que são hormônios com a capacidade de aumentar a resistência à dor, entre outras substâncias que auxiliam na cicatrização e na resolução dos processos inflamatórios.


Redução do estresse e da ansiedade.


A auriculoterapia tem função importante e complementar no tratamento de estresse e ansiedades.


Melhora sintomas da constipação como na síndrome do Intestino Irritável.


Com um tratamento correto e mudanças alimentares podemos tratar com auriculoterapia os sintomas de constipação crônica.


Tratar distúrbios do sono e insônia.


A auriculoterapia pode ser utilizada para aumentar a duração do sono e melhorar sua qualidade como também melhora a indução do sono no combate a insônia.


Depressões e vícios.


A auriculoterapia têm um ótimo papel nos casos de pacientes com depressões e nos tratamentos para o vício e obsessão.


Como é feito o tratamento com auriculoterapia?


No tratamento com auriculoterapia é utilizado materiais esféricos e de superfície lisa (como semente de mostarda e vacaria), ou agulhas semi permanentes que diferentes das agulhas sistêmicas de acupuntura têm um formato estratégicos para que fiquem presos a orelha e fixados a pele com pequenos pedaços de esparadrapo, no caso das esferas os esparadrapos formam uma pressão e mantenha um estímulo em regiões específicas da orelha para trazer estímulos nervosos e seus benefícios.


Geralmente são utilizados em média 5 a 10 pontos, conforme cada caso e sintomas de cada paciente.


A auriculoterapia é conhecida como um tratamento indolor e rápido com efeitos imediatos, podendo permanecer por até 7 dias na orelha do paciente.


O tratamento com auriculoterapia pode ser um importante adjuvante para quem sofre de dor crônica, insônia e ansiedade.


Estudos científicos com auriculoterapia.


Um estudo publicado por pesquisadores norte-americanos e alemães avaliou o efeito da auriculoterapia em 45 pacientes com o objetivo para o tratamento de dor crônica e insônia.


Conforme descrito pelos pesquisadores, o protocolo de tratamento de auriculoterapia resultou em diminuição significativa dos sintomas de dor comparado ao grupo controle, de acordo com a pesquisa, a auriculoterapia pode ser um importante adjuvante para quem sofre de dores crônicas e insônia.


Outro estudo científico realizado por autores chineses avaliou na literatura científica a segurança do tratamento com auriculoterapia. Os pesquisadores encontraram 32 estudos científicos que avaliaram a eficácia do tratamento com auriculoterapia, e o único efeito adverso encontrado era uma pequena irritação no local em menos de 5% dos pacientes tratados. Ou seja, o tratamento de auriculoterapia é seguro e com mínimas taxas de efeitos adversos.


Auriculoterapia: Conheça os benefícios que podem equilibrar o corpo e a mente.


Como já foi citado acima a auriculoterapia se constitui por uma terapia natural sem a utilização de medicamentos alopáticos ou produtos químicos, também chamada de terapia complementar, que atua diretamente na região da orelha para identificar e tratar desequilíbrios energéticos em nosso corpo.


O estímulo e realizado em pontos da orelha utilizando agulhas filiformes (agulhas sistêmicas de acupuntura) agulhas intradérmicas ou semi permanentes, esferas magnéticas ou sementes de mostarda e vacaria, com o objetivo de aproveitar o reflexo que a área exerce sobre o Sistema Nervoso Central. Dessa maneira é gerado um impulso que, ao ser recebido pelo cérebro, desencadeia uma sequência de fenômenos em determinada área do corpo, propiciando assim inúmeros benefícios como um equilíbrio de maneira geral no corpo.


“A auriculoterapia usa pontos específicos em regiões reflexas encontradas na parte externa da orelha, podendo ser um tratamento útil no controle de ansiedade, depressão, insônia, relaxamento muscular e dores em geral e também ajudando no controle do peso, sendo como principal mecanismo o estímulo de pequenos nervos na região da orelha”, explica o Dr. Rogerio Sartorio, Especialista em Acupuntura Sistêmica, Acupuntura Oncológica e Acupuntura para o controle da Dor e Fundador da Clínica Okada Sartorio.


A Auriculoterapia além de atuar em doenças físicas, essa técnica é utilizada também para o tratamento de distúrbios emocionais, psicológicos e orgânicos.


Confira alguns dos diversos benefícios que a auriculoterapia pode oferece:


Combate ao tabagismo e alcoolismo: Devido a eficácia dessa técnica em aspectos comportamentais a auriculoterapia é usada no tratamento da dependência do cigarro e do álcool. Isso é possível por conta da estimulação da produção de endorfina, serotonina e dopamina, que substituem o prazer acarretado pelos vícios.


Auxilia no tratamento da obesidade: Os pontos estimulados nessa condição são os ligados a órgãos controladores da ansiedade e responsáveis por potencializar atividades metabólicas e digestivas, diminuindo a compulsão alimentar, além de auxiliar na eliminação de líquidos retidos.


Combate o estresse, ansiedade e depressão: A auriculoterapia atinge diretamente o sistema nervoso central, ocorrendo assim uma liberação de hormônios responsáveis pelo prazer e bem estar, como a dopamina, endorfina e serotonina, proporcionando assim o alívio da ansiedade e ajuda no combate a depressão.


Ajuda em doenças respiratórias: Estimulando determinados pontos da orelha é possível amenizar as crises de rinite, alergias, asma, bronquites e demais problemas que atacam o sistema respiratório. A auriculoterapia tem sido um adjuvante muito importante no tratamento das sequelas deixadas pela Covid-19.


Tratamento de dores crônicas e agudas: Em casos como tendinite, dores no joelho, tornozelos, lombalgias, cervicalgias, inchaços, contraturas musculares, edema, estiramento, fadiga muscular, entorse, síndromes do desfiladeiro torácico, fibromialgia, entre outros, a auriculoterapia atinge pontos capazes de aliviar as dores e ajudar no tratamento desses males.


Alívio dos sintomas da TPM: A auriculoterapia promove o controle do ciclo hormonal, reduzindo assim a TPM e seus sintomas, que podem prejudicar a rotina e interferir na qualidade de vida de muitas mulheres.


O tratamento com Auriculoterapia mesmo parecendo ser uma técnica simples que não gera perigo para o público alvo, só deve ser realizado por profissionais qualificados e treinados, pois apenas a estimulação correta dos pontos trazem os benefícios citados.


“A auriculoterapia tem como foco a orelha por conta da presença de nervos espinhais do plexo cervical e ramos dos nervos vago e simpático, gerando assim um efeito na modulação do sistema nervoso central e autônomo. Dessa maneira, quando geramos um estímulo nessas inervações criamos um pequeno estímulo do sistema nervoso com efeitos biológicos, como o relaxamento e a analgesia”, Explica o Dr. Rogerio Sartorio.


 
whatsapp-icone-2.png